Hábitos de pessoas malsucedidas vs. pessoas bem-sucedidas

Veja também:
Habilidades Empreendedoras

Todos nós temos aquele amigo que está sempre reclamando e nunca parece fazer nada direito.

Provavelmente também temos outro amigo, cheio de vitalidade e magicamente capaz de realizar tantas coisas em pouco tempo.

Que hábitos diferenciam esses dois personagens contrastantes?




O que as pessoas malsucedidas costumam fazer?

1. Reprovar a mudança

A marca registrada das pessoas malsucedidas é que elas rejeitam qualquer tipo de mudança. Eles estão sempre procurando maneiras de as coisas darem errado. No processo, eles perdem oportunidades de tornar suas vidas melhores. Eles não acalentam a ideia de que uma pequena mudança pode melhorar sua situação atual.

2. Julgar as respostas das pessoas

Pessoas malsucedidas estão constantemente tentando prejudicar os outros. Embora peçam a opinião de outras pessoas, eles estão julgando essas respostas ou classificando-as. Isso não ajuda a alcançar um resultado útil porque, com o tempo, as pessoas deixarão de dar opiniões honestas, pois não são valorizadas. Em vez de respeitar a opinião da outra pessoa, as pessoas malsucedidas irão dispensá-la.

3. Recuse-se a pedir desculpas

Outra característica comumente observada em pessoas malsucedidas é a incapacidade ou recusa em se desculpar. Pedir desculpas pode parecer um fracasso ou uma perda para eles. Eles veem a vida como uma competição em que precisam estar à frente dos outros, por todos os meios possíveis. Eles são péssimos perdedores que levam a derrota muito mal. O orgulho deles os impede de levar uma vida normal e feliz.

4. Evite Gratidão

Dizer “obrigado” é visto de forma semelhante a pedir desculpas por pessoas malsucedidas. Mostrar gratidão é considerado uma fraqueza. Eles sentem que o mundo lhes deve algo e que eles merecem tudo o que recebem.

5. Tenha uma atitude negativa

Pessoas malsucedidas são muito boas em encontrar defeitos em tudo. Você poderia dizer que seu passatempo favorito é criticar. Em todas as oportunidades, pessoas malsucedidas encontrarão problemas. Eles não conseguem pensar em soluções, mas tendem a ampliar todos os problemas. Pessoas malsucedidas ficam arrasadas com seus fracassos e procuram maneiras de culpar outra coisa. Eles não vêem seus erros como uma chance de aprender; em vez disso, ficam facilmente desanimados e tendem a desistir cedo demais.




O que as pessoas de sucesso fazem?

1. Sempre tente melhorar

Pessoas de sucesso se esforçam para sair de sua zona de conforto. Sentem-se à vontade para correr riscos e até veem seus fracassos com uma atitude mental positiva. Eles querem explorar oportunidades para crescer e avançar em suas carreiras.

2. Possuem um forte senso de autoconsciência

Pessoas bem-sucedidas têm um senso de autoconsciência muito forte. Eles estão confiantes e têm fé em sua capacidade de encarar a vida de frente. No entanto, eles não são auto-orientados e não trabalham apenas com seus objetivos pessoais em mente.

3. Possuir senso de propriedade

Assumir a responsabilidade por suas ações é algo natural para as pessoas de sucesso. Eles não tentam encobrir seus erros. Em vez disso, tentam aprender com os outros e com suas próprias falhas. Pessoas de sucesso não cometerão o mesmo erro duas vezes.

4. Orientado para metas

Para se manter motivado, as pessoas de sucesso estabelecem metas e objetivos para si mesmas. Ambas as metas de longo e curto prazo são eficazes para definir o ritmo de seu trabalho. Pessoas bem-sucedidas estabelecem metas realistas e são claras sobre para onde querem ir em seguida.

5. Valor Tempo

O tempo é realmente muito importante para pessoas de sucesso. Eles tratam o tempo como um bem precioso e o usam da maneira mais eficaz possível. Eles não deixam para amanhã o que podem fazer hoje.

A distinção entre pessoas malsucedidas e pessoas bem-sucedidas é claramente marcada. A mera observação pode levar você a conclusões corretas sobre o status de uma pessoa.
Os hábitos de pessoas bem-sucedidas e malsucedidas.

Continua a:
Que tipo de líder é você? | Inteligencia emocional